Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

DO NAMORO AO CASAMENTO

Imagem
Vou contar aqui uma história simples, mas real, que retrata o que rola, desde a primeira olhada em uma moto anunciada, o primeiro contato com o vendedor, ouvir a história da moto (essa é a parte que mais gosto), ver cuidadosamente as fotos ampliadas, os detalhes, fazer a proposta, discutir valores, até que chega o dia de finalmente ir ver a motoca - se realmente ela é tudo que foi prometido, e fechar o negócio, trazendo o troféu pra casa.

O caso de hoje é de uma Vespa PX200 1987, que encontrei na internet anunciada da seguinte forma:
Vendo Vespa PX200cc, ano e placa 1987, único dono, 100% original, apenas 4.400km, docs OK e em meu nome.
A primeira foto do anúncio já mostrava o velocímetro marcando os 4.406 km.  Interessante !

AVENTURA: MACHU PICCHU via ATACAMA - 2002 - Yamaha R1

Imagem
As mesmas considerações que fiz sobre o texto  a respeito  da aventura à  Ushuaia, no ano anterior, valem pra este texto.  Foram apelos de leitores que me levaram a publica-los aqui, um pouco contrariado, pois sai totalmente do foco do blog (as motos dos anos 80), no entanto, moto é moto, e sempre é bom falar, ler e escrever sobre elas e o que elas nos proporcionam.  Segue abaixo o relato, o texto é de época, foi escrito a cada noite durante a aventura (com papel e caneta, pois nunca levei notebooks, gps, internet 3g, celulares em minhas aventuras - praticava o estilo "UNPLUGED" - o qual sigo praticando até hoje em minhas viagens de moto, com exceção do celular).

MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO

Imagem
Eu procuro escolher as motos para meu acervo pessoal com muito cuidado. Prefiro pagar um pouco mais caro, prefiro ter paciência de procurar até encontrar por uma moto muito bem conservada e original, do que comprar uma carcaça e mandar pra restauração, ou comprar uma moto baleada, mal cuidada, com muitas peças do mercado paralelo e tentar colocá-la em ordem, das motos restauradas por amadores então eu simplesmente fujo. Entendo que, não apenas acaba saindo mais barato a primeira opção, mas principalmente, uma restauração nunca será igual ao original de fábrica, sempre fica algum detalhe, alguma imperfeição.