Postagens

Mostrando postagens de 2014

AVENTURA: DOIS DIAS DE ASFALTO ABRASIVO

Imagem
Quando entramos em Yukon, no Canada, a caminho do Alaska, o pneu traseiro da KLR 650 estava em bom estado como podemos ver na foto. Dois dias andando naquele asfalto muito abrasivo da Alaska Highway com toda aquela carga e tendo rodado somente 762 km ao chegar a Whitehorse o pneu estava na lona.

MANUAIS, CATALOGOS DE PEÇAS E OFICINA

Imagem
Se o manual do proprietário serve para transmitir ao proprietário noções básicas do funcionamento e manutenção da motocicleta, como calibragem dos pneus, momento da troca de óleo, tabela de manutenção (o que fazer e quando), localização dos componentes e suas funções - trata-se de parte integrante da motocicleta, entregue junto com a moto ao primeiro proprietário e que deveria permanecer junto a ela por sua existência...  infelizmente muitos o perdem.

ARQUIVO: 11.197km da Honda XL250R

Imagem
Hoje, mais de 30 anos depois, não precisamos ler este teste para saber o quão robusta é a XL250R, conhecida por muitos como trator de 2 rodas.  Não é pra menos, a "nossa" XL250R foi um "donwsizing" da Japonesa XL500R - a moto inteira é super-dimensionada.  Feita pra aguentar "uma vida" ou talvez mais que uma até...

O NATAL DO COLECIONADOR!

Imagem
Sem grandes pretensões, seguem algumas sugestões de livros pra presentear aquele amigo que curte a historia do motociclismo e automobilismo! Ou pra acompanha-lo em suas férias de final de ano, em longas horas entre aeroportos e aviões, ou à beira do mar....





Ayrton Senna - uma lenda a toda velocidade.  (Christopher Hilton)

Esse livro, num primeiro momento pode parecer caro (faixa de R$ 200,00) se paga a cada página virada. Não apenas por tratar dessa lenda incrível, mas pela qualidade gráfica e abundância de réplicas de documentos, adesivos, convites, manuscritos que o acompanham...  finamente encartados e embalados, como verdadeiras relíquias!

ARQUIVO: TESTE COMPLETO AMAZONAS 1600

Imagem
Ela ja foi considerada "a maior moto do mundo" - e não era pra menos, com 1600cc de deslocamento e 374 kg à seco....

Confesso que, em meus tempos de garoto, não gostava muito da Amazonas, sei lá, achava "meio brega"seu visual e o fato de levar um motor VW a ar...  mas é inegável que a Amazonas tornou-se uma clássica nacional e com destaque ao redor do mundo!


Pouco encontra-se sobre ela atualmente, poucas as que sobraram em condições de colecionar...

quer conhece-la melhor?  Acompanhe essa matéria publicada em 1983...


ARQUIVO: CHEGOU! XLX350R

Imagem
XLX350R em seu lançamento, inicio de 1987, testada em condições muito especiais:  -Realizado pelo Josias Silveira (fundador e diretor da Revista Duas Rodas), e direto no "ninho"das XLX nacionais - em Manaus, AM.

Confira!


A corrida das clássicas (PNT BARRA BONITA 2014)

Imagem
Queria estar relatando a corrida e talvez entre uma curva e outra mostrando algum trofeuzinho que tivesse ganhado...

Mas infelizmente pra mim a corrida não passou dos treinos classificatórios do sábado (sábado foi de treinos cronometrados para definição do grid e domingo foram realizadas as corridas).

Exposição das motos clássicas PNT em Barra Bonita

Imagem
De tempos em tempos uma das motos chamava pra si todas as atenções, fazendo seu motor funcionar e seu berro ecoar pelo enorme salão de exposições... mas engana-se quem pensa que o alarido  era em vão, pois elas estavam dirigindo-se, uma a uma à pista...
...o evento Pé na Tábua foi assim, adrenalina pura!!!  Realizado no ultimo final de semana de novembro de 2014 em Barra Bonita, SP estava um arraso.

Nao só por ter reunido dezenas de motos espetaculares em um espaço perfeito, mas principalmente por ser um evento onde podemos ver as clássicas funcionando - e mais que isso: Correndo!
Imperdível!!!
Divirtam-se com as fotos por enquanto, em uma próxima matéria vou falar sobre as corridas, ou pelo menos uma parte delas....   acompanhem..

Ruazinha de Milão vira centro do motociclismo retrô

Imagem
Arthur Caldeira
Da Infomoto, em Milão (Itália

Vestido com uma camisa xadrez, anéis nos dedos e barba rala, Desiderio Pavoni não tem como esconder sua faceta de motociclista: a marca escura sobre o pé esquerdo da bota faz questão de denunciá-la. Proprietário de uma Harley-Davidson XR 1200 e de uma Triumph Bonneville, Pavoni dirige a KD Store, loja especializada em equipamentos motociclísticos que recebem um toque de alta costura...

CORRIDAS DE MOTOS CLÁSSICAS

Imagem
Às vésperas do maior evento "esportivo" reunindo motos e carros clássicos do Brasil - o TT PNT (Tourist Trouph Pé na Tábua) a se realizar em Barra Bonita, SP (PNT Barra Bonita 2014), tomado pela excitação em colocar 2 de minhas motos antigas no grid, colhi na internet alguns videos de edições antigas do evento Pé na Tábua e também corridas semelhantes que acontecem em outras partes do mundo, com igual glamour...

AVENTURA: MOTOS ESPORTIVAS - QUEBRANDO PARADIGMAS?

Imagem
Vamos quebrar alguns paradigmas?

Tema de discussões frequentes com amigos motociclistas (motoqueiros!?), o estilo da moto que cada um usa, pro seu dia a dia, mas principalmente pra encarar uma grande aventura de moto é o assunto que vamos tratar aqui hoje.


EXPOSIÇÃO E CORRIDA DE MOTOS CLÁSSICAS EM BARRA BONITA

Imagem
Pessoal,

Estamos nos últimos preparativos, a corrida e exposição de motos será na próxima semana, dias 29 e 30 em Barra Bonita, SP.


Quem ainda não se inscreveu pra correr ou expor sua moto, o site www.pénatabua.com trás todas as informações, e pra quem tiver afim de passear a visitar a exposição, a diversão será garantida.

40.000 visitas....

Imagem
Caros amigos, me alegro em compartilhar com vocês:  Hoje, cerca de 1 ano após a primeira publicação neste site, que atingimos 40.000 visitas.

Se, simbolicamente trocássemos cada visita de cada um de vocês por 1 km rodado... teríamos 40.000km - uma volta ao mundo completa!

CORRIDA DE MOTOS HISTÓRICAS VAI AGITAR BARRA BONITA (SP)

Imagem
fonte: equipe MOTO.com.br Acontece nos dias 29 e 30 de novembro no Kartódromo Municipal Pedro Ometto Neto, na cidade de cidade de Barra Bonita, no interior do Estado de São Paulo, a primeira edição exclusiva do Pé na Tábua (PNT) com corrida de motos clássicas e antigas (com fabricação até o ano de 1984).

ARQUIVO: CBX150 AERO

Imagem
Uma moto que nasceu e viveu no Brasil, um produto exclusivo, inédito no mundo inteiro (a exemplo da XLX350R), criada e produzida no Brasil para brasileiros.  Assim era a CBX150 AERO.  Uma moto que buscava requinte e sofisticação na linha "AERO" da CBR  japonesa, ao mesmo tempo adequava-se às limitações do Brasil no final dos anos 1980...

TESTE BMW R NINE T: INÚMERAS POSSIBILIDADES NO ESTILO CLÁSSICO

Imagem
Paulo Souza Celebrando 90 anos como fabricante de motocicletas, a BMW, lançou no final de 2013 a naked R Nine T, que desembarca no Brasil com uma proposta um pouco diferente dos modelos da marca. Esta versão, apesar de herdar o tradicional motor Boxer, não possui os aparatos tecnológicos que a BMW costuma incluir em suas motos, justamente para colocar no mercado uma versão com estilo retro dos seus primeiros modelos.

THRUXTON GANHA VERSÃO ESPECIAL ACE CAFÉ

Imagem
fonte: www.infomoto.com.br

A Triumph apresentou uma edição especial da café racer Thruxton ainda mais fiel às suas origens. Batizada de Thruxton Ace, em clara referência ao lendário Ace Cafe, um dos berços da cultura café racer que fica nos arredores de Londres, a versão será limitada a apenas 100 exemplares disponíveis no Reino Unido.

OHHH DÚVIDA CRUEL

Imagem
O leitor César Tinti de São José do Rio Pardo, SP me procurou via e-mail por esses dias com uma dúvida tão boa, mas tão boa, que pensei que outros leitores gostariam de viver esse mesmo momento: a escolha da primeira moto de sua coleção. E mais que isso, César é corajoso e quer logo de cara envolver-se em uma restauração.

DIÁRIOS DE MOTOCICLETA

Imagem
O clássico dos clássicos!  Esse filme, em minha opinião, une tudo que há de melhor!
Motocicleta clássica! Roteiros de aventura! Historia de um mito!

AVENTURA: A TRANSAMAZÔNICA

Imagem
A transamazônica foi nos anos 80 "a grande aventura" mais ou menos o que a Cordilheira dos Andes, Ushuaia, Machu Picchu representam hoje para os aventureiros em suas motocicletas!  Era uma estrada recente, passava por uma região completamente desconhecida da maioria e despertava todas as atenções quando o tema era moto-aventura!Não to comparando as aventuras não, muito menos seus graus de dificuldade!  A transamazônica é ainda uma das estradas mais desafiadoras... até mesmo nos dias de hoje, mais de 40 anos depois de sua inauguração! Mas comparando o objetivo na mente dos motociclistas, de ontem e de hoje...

RUSH: NO LIMITE DA EMOÇÃO

Imagem
Outro final de semana se aproxima, mais uma sugestão de filme!

Esse não é ligado ao motociclismo, mas nos remete aos velhos tempos da Formula 1, contando a historia da temporada de formula 1 de 1976, e a rivalidade dos pilotos James Hunt e Niki Lauda.

TRIUMPH THRUXTON É CAFÉ RACER CUSTOMIZADA DE FÁBRICA

Imagem
Arthur Caldeira A pequena carenagem que envolve o farol, os guidões curvados para baixo, as pedaleiras recuadas e o ronco compassado do motor bicilíndrico não deixam dúvidas: a Triumph Thruxton é uma réplica moderna das café racers dos anos 1950 e 1960. As motos de rua transformadas para rasgar os anéis viários de Londres em alta velocidade em um misto de improvisação e rebeldia da juventude daquela época.

EXPOSIÇÃO E CORRIDA DE MOTOS CLASSICAS

Imagem
Em 29 e 30 de novembro de 2014, no Kartódromo da cidade de Barra Bonita, SP haverá o TT - Pé na Tábua!  um evento de motos clássicas, com direito a exposição e corrida!

Eu já me inscrevi!  Vamos colocar nossas clássicas pra reviver seus velhos e bons tempos?   Para inscrições:  www.penatabua.com

AVENTURA: ATÉ O URUGUAI DE AGRALE

Imagem
Sinto um sabor muito especial ao publicar essa aventura, cerca de 11 ou 12 anos depois do Cícero Lima ter publicado minha primeira aventura na revista Duas Rodas, agora é minha vez de retribuir a gentileza e publicar a aventura dele no site Motos Clássicas 80!


E que aventura!  De tirar o fôlego! Aventura nos moldes antigos, no melhor estilo "sem lenço e sem documento" Cícero demonstra claramente que, não importa a moto, nem tão pouco o destino e muito menos dinheiro no bolso, o importante pra quem quer se aventurar de moto por ai, é o verdadeiro ESPIRITO DA AVENTURA!

DESAFIANDO LIMITES

Imagem
Final de semana chegando, vai uma dica de um filme, que não é novo (de 2005) mas é fantástico, vale a pena ser visto. Desafiando Limites (the world fastest indian)
A história veridica de Burt Munro, um Neozelandez que coloca sua velha motocicleta Indian à prova, no deserto de bonneville... Além das excelentes imagens das motocicletas de época, nos trás uma atuação impecavel do ator Antony Hopkins... Boa diversão!

110, 120, 160... só pra ver, até quando, o motor aguenta!

Imagem
Assim cantavam os Engenheiros do Hawaii no sucesso "Infinita Highway" de 1987... Humberto Gessinger talvez se preocupasse em falar na "estrada da vida" em forma figurada, mas sem duvida tornou-se um hino de uma geração, inclusive de motociclistas!

Mas por trás desses números, surge uma reflexão bem legal...  Ainda me lembro, nos idos dos 80, dirigir um carro a mais de 160km/h era um feito!  Poucos carros nacionais atingiam aquela velocidade, e nas motos não era diferente. As CB400/450 lambiam esse limite, a XT600Z Ténéré também. As recém lancadas Honda CBX750F e Yamaha RD350R, no Brasil, tentavam quebrar os míticos 200 km/h!

40 anos : BMW R90S 1974 x BMW R NineT 2014

Imagem
Sim ! São 40 anos que separam estas duas preciosidades:









































As mudanças estéticas da Nine T 2014 são, obviamente, acompanhadas por outras tecnológicas como o controle eletrônico da injeção, refrigeração mista óleo/ar, catalisador, 4 válvulas por cilindro, ABS e outras modernidades........

ANTIGA OU CLÁSSICA?

Imagem
Apesar do nome do site, motos CLASSICAS 80, acabamos por abranger quase todas as motos nacionais daquela época. Também, nem são tantas não é mesmo? A indústria engatinhava naqueles "80's" e a oferta de modelos era bem pequena... 
Mas o que afinal difere uma moto "clássica" de uma moto "antiga"?  Isso independe do estado de conservação, independe da moto ter ou não recebido placa preta, independe dela ter 30 ou 50 anos de idade.
Estive hoje folheando uma revista de 1991 e a logo na capa algo despertou minha atenção e daí surgiu essa conversa que estamos tendo hoje, caro leitor.  A capa da revista Duas Rodas # 205, trazia um comparativo entre a Honda NX350 Sahara e a Yamaha RD350R. O bizarro comparativo teria passado desapercebido se não fosse a frase: "Preço e cilindrada iguais: qual a melhor? Honda Sahara ou Yamaha RD."

Oras? Preços iguais? 

Quase 24 anos depois, as duas motos, seguem chamando atenção do público e tornando-se cada vez mais …

AVENTURA: NUNCA JULGUE UM MOTOCICLISTA PELA SUA MOTO

Imagem
Lendo o delicioso post do Cícero no blog sobre sua primeira viagem de moto e pensando nas suas conclusões me lembrei do jovem motociclista argentino que cruzamos num trecho civilizado da Ruta 40 quando voltávamos de Ushuaia, ainda nos tempos da Ayres Adventures.
Plagiando o Cícero, a imagem mostra que nunca devemos julgar um motociclista pela sua moto.

ARQUIVO: COMPARATIVO TRAIL 2 TEMPOS 1988

Imagem
Nesse comparativo da revista Moto Sport, de 1988 podemos ver as 4 trails nacionais movidas à motor de ciclo 2 tempos. A Yamaha representada pela tradicionalíssima DT180 e a Agrale exibindo todo seu arsenal!

Um verdadeiro festival de motores bravos, ruídos estridentes, cheiro de óleo no ar.  Pra mim ainda tem um sabor especial, pois a Agrale Dakar 30.0 apresentada é idêntica a que guardo em minha garagem...


Boa diversão!  lembre-se que todos arquivos disponibilizados em nossa seção arquivo, podem e devem, ser baixados e fazer parte de seu acervo de revistas e testes antigos!



AVENTURA: A INOCÊNCIA PERDIDA!

Imagem
Por Cícero Lima

Tenho a sorte de viajar todo dia de moto. Como moro em Atibaia e trabalho em São Paulo, percorro diariamente quase 150 km. Ao final do mês são 3.000 km, quando o ano termina já acumulo algo em torno de 40.000 km ao meu hodometro pessoal. Não importa a moto, não importa o clima, não importa nada estou sempre de moto.

Na solidão do capacete me permito pensar quantas coisas aconteceram em mais de 30 anos de motociclismo. Já viajei por vários países e pilotei quase todas as motos vendidas no Brasil. Mas vou confessar que estou com saudades, saudades da inocência que tinha quando fiz a minha primeira viagem.


Sai de São Paulo com uma Honda XL 125, ano 84, rumo a Ilha Bela. Além de mim estavam os amigos Marco Aurélio, Luiz “Bicho” Augusto e o Glauco – que foi com seu Fusca. Uma viagem curta é verdade, mas para mim uma grande descoberta.

ARQUIVO: XLX250R (1 carburador)

Imagem
Muito se fala da XL250R com "motor japonês", muito se fala da XLX250R com dois carburadores, mas quem ficou mesmo em produção durante vários anos foi o ultimo modelo lançado, a XLX250R de 1 carburador.  Ela mantinha o motor "RFVC" mais moderno do que o "japonês",  e voltava a ter apenas 1 carburador, como as antigas XL250R.  Perdia em desempenho, mas ganhava em confiabilidade mecânica e simplicidade de manutenção!


Na verdade, os "dois carburadores" da XLX250R nunca foram 2, era 1 carburador apenas de corpo duplo, mas o nome pegou...

Nessa matéria-teste, o foco é justamente a XLX250R de 1 carburador, comparando seus números com os da XL250R japonesa e da XLX250R de carburador de corpo duplo,  acompanhem nas próximas páginas, sentido-se à vontade para baixar os arquivos e arquiva-los em seu PC.

RUBENS BARRICHELLO ACELERA O DODGE DART

Pessoal, esse vídeo vale a pena ser visto, mas vejam até o final, quando efetivamente Rubens da a volta rápida!!!

O carro - fantástico - fala por si só, uma restauração de respeito!

Rubens - simpatia pura - os comentários durante a pilotagem são muito legais!


Legal também ver as "dificuldades" da pilotagem, inerentes a um carro de 44 anos...   banco que não segura nas curvas, dificuldade de engatar algumas marchas... enfim, nada que nós colecionadores já não estejamos acostumados!



ARQUIVO: CBX750F NACIONALIZADA

Imagem
O sonho acabou?  Para alguns sim, mas a coisa não é bem assim...  Que a CBX750F 1986 era "especial" ninguém discute, cheiro de Japão exalando por cada parafuso, aro dianteiro 16'', sistema anti-mergulho da suspensão dianteira, faróis duplos, pneus sem câmara, escarpamento em cromo preto!  tudo que havia de melhor, e esses são justamente alguns dos itens que foram perdidos na nacionalização...  mas as CBX que vieram depois tem seu mérito, tem seu valor, tanto que ficou em linha por quase 10 anos... foi a maior moto do Brasil até a abertura das importações em 1991.


Essa reportagem, de janeiro de 1987, mostra a primeira versão nacionalizada da CBX750F, hoje essa versão é conhecida como "Hollywood" em alusão as cores apresentadas e a logomarca daquele cigarro...  descreve detalhadamente todas as "perdas", as mudanças que foram feitas para que ela se tornasse nacionalizada, de acordo com os índices de nacionalização que o governo brasileiro exigia naq…

A PANE SECA!!!

Imagem
Quem nunca viveu uma pane seca?  Eu mesmo conto inúmeras historias de panes secas viajando de moto por ai, fui capaz de conseguir uma pane seca até mesmo pilotando motos como Super Ténéré com seu imenso tanque, ou Ténéré 600 com suas duas torneiras de combustível, sendo cada uma com sua própria posição de reserva...  em uma delas eu empurrei a XT600 Ténéré por 5 km!  Verdadeiras façanhas!!!
Mas o tempo passou, a quilometragem acumulada no lombo nos impede de cometer erros tão primários assim, ou pelo menos deveria nos impedir!

Eis que ontem cedo desci até a garagem de casa, munido de algumas flanelas, algodões e cera para dar uma encerada na vespa! Ela ficou linda! A cor vermelha ajuda muito a conseguir o resultado... Ao fim do trabalho, nada mais justo que dar uma voltinha com ela, não é mesmo? Pois sim, por alguns minutos insisti no pedal de partida (minha vespa é modelo PX200E, portanto não tem partida elétrica) sem sucesso. Com afogador puxado, afogador empurrado, abrindo a torne…

ARQUIVO: VESPA PX200 87

Imagem
A vespa era a coqueluche do momento, sabe aquela historia de o produto certo na hora certa? pois é, foi um sucesso de vendas instantâneo, e em 1987, pouco mais de 1 ano após seu lançamento no Brasil, recebia novas versões, incluindo uma delas com partida elétrica - artigo de luxo naqueles tempos!


Conheça nesta apresentação os modelos e saiba reconhece-los por suas diferenças, cada uma com seu charme, e diferindo apenas nos equipamentos de fábrica!

Se quiser conferir outras matérias que publicamos sobre vespa neste site, clique aqui.

ARQUIVO: OS ANOS 80

Imagem
Como foram os anos 80?  isso já relatamos e discutimos aqui inúmeras vezes, mas, não há nada mais interessante que ter uma visão de época da coisa toda, não é mesmo?


Recorremos aos nossos arquivos e encontramos essa excelente matéria, de 1990, que conta "tim tim por tim tim" o que rolou nos anos 80 em nosso mercado motociclistico!  Hoje é muito fácil olhar para trás e contar essa história, mas naquele momento a coisa não era tão simples, havia muita duvida e incertezas...  Os 80 nem bem tinham se consolidado e, nem sabíamos, mas estatávamos às vésperas da abertura das importações, em 1991, e uma verdadeira enxurrada de motos, modelos, oportunidades e um mundo de opções até então nem sonhados...
Acompanhe, nesta excelente matéria de Gabriel Marazzi, publicada na revista Duas Rodas numero 173:

AVENTURA: USHUAIA 2001 - Yamaha R1

Imagem
Depois de ter publicado o post "SOBRE O AUTOR˜, recebi alguns emails de amigos me pedindo para publicar relatos de algumas das aventuras pela America do Sul.  Eu resisti um pouco, pois esse blog destina-se a falar das motos dos anos 80, e eu não queria sair do foco. No entanto, fui convencido, o material é legal - estes textos foram escritos na época da viagem, a cada noite no hotel - com papel e caneta (não levei GPS, Notebook, Tablet, Internet 3G nada disso) portanto trazem muito do momento em que vivia. Espero que sirva de guia e incentivo para a nova geração de aventureiros que chega por ai....

AVENTURA: DISSERAM QUE NUNCA CHOVE, E EU ACREDITEI

Imagem
Em 2001 fui pro Atacama sozinho numa viagem de dez dias onde rodei quase 9.000 km. 

Ao chegar em San Salvador de Jujuy, no terceiro dia da viagem, chovia muito e passei por alguns trechos alagados na Ruta 9 em direção ao povoado de Purmamarca, onde começa a travessia do Paso de Jama. Na praça do vilarejo, onde cheguei totalmente enlameado, perguntei pra uma senhora que curtia a chuva na porta de uma pequena loja onde poderia pernoitar. Ao ver meu estado lastimável ela deve ter imaginado que os hotéis nem iriam me aceitar e perguntou quanto eu queria gastar: pouco ou muito. Ironicamente respondi médio e ela me mandou pra uma pousada de 7 pesos (na época o peso estava 1 pra 1 com o dólar).

MOTOCROSS - OS CAMPEÕES MUNDIAIS DOS ANOS 80

Imagem
Dando continuidade a série onde falamos dos grandes campeões da década de 1980, entramos agora no tema "Motocross".
Motocross, pelo menos pra nós brasileiros, era muito forte naquela década. Haviam provas do mundial realizadas no Brasil, a mídia dava um apoio importantíssimo, o publico frequentava as pistas de motocross em massa!
Para nós, era a era off road!  A época dos grandes enduros, dos rallies africanos de longa duração, das motos 2 tempos roncando alto nas pistas de motocross, era época do supercross também...
Vamos falar hoje da "categoria rainha" do motocross mundial daqueles tempos, as 500cc.  Hoje essa categoria nem existe mais, as nomenclaturas mudaram em 2002, assim como os motores deixaram de ser 2 tempos e passaram a ser 4 tempos! Mas, naqueles tempos, era a categoria que representava a expressão máxima de desempenho em um circuito de motocross!
Sem dúvida, o inglês David Thorpe foi o grande nome na década de 1980, correndo exclusivamente com motos…

ARQUIVO: 10.000 KM COM A CB400

Imagem
Motoshow, inovando, provocando a concorrência em suas primeiras edições trás um interessante, completo, caprichado teste de 10.000km com a CB400 (I) com todas as medições, opiniões de pilotos, chuva, asfalto, terra, paralelepípedo, num roteiro alucinante pelos estados do sul e sudeste do Brasil.


Acompanhe nas imagens abaixo.  Lembrem-se, todos os testes aqui publicados podem ser baixados e arquivados em seu acervo!

ARQUIVO: XL500R

Imagem
Amigos, qualquer semelhança não é mera coincidência!  Olhe com atenção para as fotos desta matéria, a XL500R - que infelizmente nunca foi lançada aqui no Brasil, é a base da "nossa" XL250R. Muitas peças inclusive são intercambiaveis.

Há duvidas das razões pela qual a XL250R tem fama de indestrutível?  Imagine, quadro, suspensões, base do motor, tudo dimensionado para 500cc e utilizado numa moto de 250cc...  sobra robustez!!!
Pois é, isso torna a leitura deste teste realizado em 1984 pela revista francesa Moto Revue (e publicada pela revista Motoshow em sua edição número 2 no Brasil), nas areias do deserto da Tunísia é tão importante pros colecionadores que querem conhecer mais a fundo e entender a lenda XL250R.
Boa leitura!

MOSCA BRANCA - UMA RD135 ZERO KM

Imagem
"meu amigo, isso foi o santo graal do ano, rssss..." Assim o amigo Jorge começava a relatar a compra de uma RD135 ZERO KM, isso mesmo, zerinho... que nunca rodou, marcando apenas 800 metros no odômetro!

E tem mais, ele encontrou a RD em uma concessionária Yamaha, dá pra acreditar?



ARQUIVO: TESTE XT600Z TÉNÉRÉ

Imagem
Em 1989 a sonhada e desejada Yamaha XT600Z Ténéré já completava seu primeiro ano de mercado e era apresentada em nova versão, com mínimas diferenças em relação ao modelo 1988: discretas mudanças no grafismo (sem alteração de cores) e o disco dianteiro de freio que passou de sólido a perfurado (ventilado).


Mas tudo era motivo de festa, a moto era um sonho, e merecia ser testada novamente... Você pode ler (e baixar) o artigo abaixo:

Boa Leitura!

ARQUIVO: DT180 vs DAKAR 30.0 vs XLX350R

Imagem
Esse comparativo, publicado pela Revista Duas Rodas em setembro de 1987 compara Agrale Dakar 30.0, Honda XLX350R e a pequena mas valente Yamaha DT180N.

XLX era a grande novidade, a "desafiante", a DT180, embora com quase metade da potência das adversárias, já tinha alguns anos de experiência no Brasil sendo muito bem sucedida nos enduros e ralies nos quais participou - destacava-se pelo baixo peso e robustez mecânica. A Agrale era a grande dúvida, pois ao mesmo tempo que trazia tecnologia de ponta da italiana Cagiva, despertava uma certa dúvida quanto a assistência técnica, valor de revenda, reposição de peças e etc... mas inegavelmente, era uma moto moderna e com um desempenho fantástico!  Acompanhe todos os detalhes dessa aventura-teste nas páginas abaixo:


PARIS-DAKAR - OS CAMPEÕES DOS ANOS 80

Imagem
Seguindo com nossa série de reportagens sobre os grandes campeões dos anos 1980, falamos hoje do Rally Paris-Dakar. Como a primeira edição foi em 1979, resolvi inclui-la neste Hall.



MOTOVELOCIDADE - CAMPEÕES MUNDIAIS DOS ANOS 80

Imagem
Em uma série de matérias, separadas por categorias, vamos manter viva essa memória de quem foi realmente grande nos anos 80?  É impossível abranger a todos os campeonatos, todas as categorias, todos os pilotos, nem é essa a nossa premissa... mas vamos falar aqui das categorias principais, daqueles que tiveram suas fotos recortadas das revistas e depois coladas nas capas de nossos cadernos de escola, trazendo aventura pra nossa vida naqueles tempos?


MotoGP (na época chamava-se 500cc)

Naqueles tempos, as motos eram todas com motores de ciclo 2 tempos, o cheiro de óleo de competição invadia todo o ambiente dos autódromos. As arquibancadas, principalmente no momento da largada, eram tomadas por essa nuvem, que compunha o clima e dava o tom à categoria rainha, a 500cc.  O ruido era alto, estridente, como convém a um motor 2 tempos de competição...  era um verdadeiro show!

As motocicletas eram demasiadamente leves (até pros dias de hoje) e de potência elevada em uma estreita faixa de rotaçõe…

TRIUMPH APROVEITA A ONDA DOS ANOS 70

Imagem
A Inglesa Triumph, no mundo e também no Brasil, não perde tempo e aproveita o bom momento de influencia dos anos 60 e 70 na moda e hábitos de consumo dos dias atuais!

Ela sabe como fazer, pois era uma das estrelas daqueles tempos. Não são replicas modernas, são atualizações de modelos clássicos, como eles mesmos afirmam:
"não se trata do que acrescentamos a estas motos clássicas e emblemáticas ao longo dos anos. Trata-se do que não tiramos..."
São mitos sobre rodas, motos que possivelmente nossos pais sonharam em algum momento, nós, atuais "quarentões" éramos apenas crianças quando elas gritavam pelas rodovias londrinas!  Pra mim, fazem muito mais sentido, foram mais presentes em nossa cultura do que as americanas (Harley, Indian etc) e a febre de custons cromadas e reluzentes que apareceram por aqui na década de 1990...
Fato é que estão ai, os modelos Boneville e Thruxton  por um preço coerente (pouco mais do que se pagaria por uma CB750 da década de 70 em perfeit…

BRINQUEDOS "PESO-PESADO"

Imagem
Das mãos do artesão Juan Santos nascem as "jóias" como a que estão nas fotos abaixo. 
Juan além de motociclista, é músico e metalúrgico. Uniu com maestria as 3 habilidades, do motociclismo trouxe a paixão, da música trouxe a arte e a metalurgia lhe deu a técnica para unir materiais, em sua maioria sucata de metal, e criar motocicletas!

São pesadas, não menos de 4kg!!!  Mas fortes, bonitas, imponentes, bem acabadas! Um presente pra vida toda!
Quem quiser entrar em contato com o Juan, o celular é 11 9 7558 4646 e no facebook procure por JUAN SANTOS