sexta-feira, 9 de maio de 2014

QUAL É A SUA OPINIÃO ?

Amigos, essa matéria foi divulgada no site da UOL ha cerca de 1 ano, muito me orgulha, pois foi feita por um jornalista profissional, muito respeitado no mundo de duas rodas, usando duas motos de minha garagem. Mas hoje a conversa é outra, queria focar, não na matéria em si, mas nos comentários gerados.

Saber realmente qual a opinião de vocês, sobre os comentários postados depois da matéria. Vejam que foram quase 200 comentários em pouco tempo, alguns falando mal do jornalista, outros falando mal das motos, alguns elogiando, propostas pra compra das motos...

E você amigo leitor, o que acha desses comentários ?


Clicando no link abaixo você acessa a matéria original.
Motos velhinhas tem carisma, mas pilota-las hoje é um risco!







3 comentários:

  1. O jornalista Cicero Lima pelo jeito precisou se esconder depois dessa matéria... kkkk... Eu particularmente concordo discordando... Lógico que se você vai colocar uma clássica dessas em uso diário em meio ao caótico trânsito dos dias atuais e em meio aos modenos veículos de agora, você não estará em plena segurança. Normalmente quem tem um desses modelos no estado das que estão na matéria, não vai fazer uma tocada a lá motoboys em meio aos corredores de uma grande cidade. Pode até ocorrer, mas é raro. Vai desfilar com sua moto com toda a calma do mundo e os apressados que passem e sumam. A falta de aderência, o cheiro de óleo 2t, a dormência nas mãos, o farol que não ilumina, o câmbio que entre uma e outra marcha tem um "ponto morto", são características incansavelmente buscadas pelo colecionador para que se reviva todo um contexto da época e que essas eram as motos de uso diário realmente. As coisas evoluem, nós envelhecemos e sentimos saudades! Deve se respeitar uma clássica moto, como se respeita um idoso que lentamente atravessa a rua, lembrando que ele já foi jovem e já atravessou correndo!

    ResponderExcluir
  2. Essas motocicletas são tão inseguras quanto alguns modelos atuais como por exemplo a NXR 125 BROS ,freia pouco,o farol ilumina pouco e falta potência para andar .O que o jornalista quis foi causar polêmica com sua reportagem pois polêmica dá ibope.

    ResponderExcluir
  3. Alguns não entendem nada mesmo.
    Tenho uma CB 450 ano 1987, e sempre que dá, viajo com ela até Maringá, PR, distante 568 kms de São Carlos, SP, e sempre naquele bate-volta, indo no sábado e voltando no domingo.
    Mas a moto está em bom estado mecânico/elétrico, e nunca fiquei na mão. Já cruzei com muitas motos mais antigas que a minha, e nada de problemas. Até conversei com um cara de Campinas, anos atrás, viajando com sua Suzuki GT 380, carregado de bagagem e com garupa.

    ResponderExcluir