quarta-feira, 10 de setembro de 2014

MOSCA BRANCA - UMA RD135 ZERO KM

"meu amigo, isso foi o santo graal do ano, rssss..." Assim o amigo Jorge começava a relatar a compra de uma RD135 ZERO KM, isso mesmo, zerinho... que nunca rodou, marcando apenas 800 metros no odômetro!

E tem mais, ele encontrou a RD em uma concessionária Yamaha, dá pra acreditar?


Olha só a RD na concessionária, entre as motos modernas...




Eu acredito, pois Jorge é um colecionador sério, possui uma coleção que merece respeito e cultiva longa historia de bons relacionamentos com a Yamaha.  Jorge Roda foi (e ainda é) um dos maiores preparadores de motores de kart do Brasil, e caprichos e coincidências do destino: o motor que Jorge mais preparou e que lhe deu destaque neste meio foi justamente o motor de RD135...

Kart

Segundo Jorge, em um dinamômetro de rolo, foi capaz de extrair 35 hp deste pequeno propulsor, montado em um kart.  (considerando que ele mediu a potencia nas rodas, houve pelo menos 20% de perda pela transmissão, rolagem etc. No virabrequim - como as fábricas medem - esse motor deveria estar gerando potencia na casa dos 45 hp!!!!)  Segundo ele, foram mais de 700 motores de RD preparados por ele e montados em Karts, usando ignição e dupla carburação usada nos motores Parila de competição...

A YAMAHA RD135

Mas, voltamos a falar da RD.  Jorge passeava por Itú, SP há alguns dias e na concessionaria que era cliente (pelas compras de peças de motor de RD pra preparação) passou pra conversar com o proprietário e amigo... na conversa disse que estava se dedicando a colecionar e restaurar motos, e o amigo disse:  "sério? motos? então hoje é seu dia de sorte", levou-o a um quarto dentro da concessionária e la estava a RD 135, ano 93, modelo 94, zerinho, com cerca de 800 metros no velocimetro - conta Jorge - "quase cai de costas".


A moto do Jorge, além de estar dentro de uma concessionária da Yamaha, nunca havia sido documentada, e o odômetro exibia cerca de 750 metros rodados!





O que era pra ser uma visita pra um café, tornou-se uma faina pelo valor justo para a viabilizar a aquisição de mais uma motocicleta para sua coleção. Poucas horas depois, Jorge a levava para sua casa, sem que a moto tivesse rodado, sem que ela tivesse sido emplacada, a trouxe com a nota fiscal mesmo, assim como qualquer pessoa que vai a uma concessionaria e compra uma motocicleta nova...  só que isso aconteceu cerca 20 anos depois da fabricação!  Ela enfim conheceu seu primeiro proprietário!

Bem, quanto a moto não preciso descrever, não é mesmo? está, como classificam os norte-americanos , em "mint condition", e ficou trancafiada dentro de uma concessionaria por 20 anos... não tomou sol, não viu a cor da rua, está impecável, sem riscos, sem ressecados, sem ferrugens,  e absolutamente sem detalhe algum! tudo tudo tudo está novo e brilhando!

Na frente da concessionária, a RD indo pra sua casa, depois de esperar por mais de 20 anos pela chegada de seu proprietário.


Agora vem o melhor da história:  Jorge é um negociante e não se apega às motos, praticamente sua coleção inteira está constantemente à venda, e desta forma ele vai reciclando e comprando novas motos. (eu hein...se uma moto dessa entrasse em minha coleção eu picaria o documento de compra e venda imediatamente!!!  ficaria mal educado com quem pergunta-se se topo vender...).  Portanto, se alguem estiver interessado, pode entrar em contato através do e-mail rodamotor@uol.com.br falando diretamente com Jorge e negociando a criança.  O valor da moto?  Bem, fala com o Jorge...

Quem quiser conhecer a garagem, oficina de restauração e algumas motos do Jorge, o site é: http://www.rodamotosclassicas.com.br


Curtiu a história dessa RD135 zero KM?  pois é, não é a única não, outras motos zero km à venda estão em nossa seção mosca branca.



2 comentários:

  1. Para uma RD135 "zero" está meio caidinha, já a minha 96 sim, está zero como se zero fosse!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá Anônimo! Eu, assim como você, considero as "minhas" motos as mais lindas do planeta! Paixão é assim mesmo!... Mas, não nos deixe com água na boca não, manda fotos dela,e as publicaremos com prazer na seção moto do leitor! abraço.

      Excluir