domingo, 1 de março de 2015

PASSEIO: DT180 Six Speed 1984 (VÍDEO)

As Lembranças

DT180 foi a segunda moto que tive em minha adolescência, nao me lembro ao certo, mas foi com cerca de 13 pra 14 anos de idade.  E era igual a essa, uma 180"N"(correção: six speed) - 1984, a única diferença é que "a minha" era vermelha!

A DT180 Six Speed - trazia tubos da balança traseira de secção quadrada (de aço mesmo, mas pintada de prata pra parecer alumínio), algumas mudanças na suspensão dianteira,  carburação, e o esperado cambio de 6 marchas!  Itens não disponíveis no primeiro modelo lançado no Brasil, a DT180.

Depois dela veio a DT180N que trazia entre outras mudanças, o farol quadrado, carenagem de farol, tanque tipo "vulcão", banco envolvente. E por fim, o ultimo modelo foi a DT180Z com a adição do disco de freio dianteiro. Bem mais sofisticada, mas o curioso é que manteve sempre, durante toda sua trajetória, o mesmo bom e confiável motor de 180 cc e 16,4 hp.

Passear na DT180 foi uma volta ao passado, me lembro como se fosse hoje:


- Eu tinha uma monareta  (equivalente a mobilete, só que da monark) e ela vivia quebrada, na época era de meu irmão essa DT180 Six Speed vermelha mas ele havia recentemente trocado por outra moto, com isso a DT ficou parada na garagem... dando sopa!  Eu havia combinado de sair com uma menina da escola, íamos ao boliche da cidade que funcionava em um hotel, e eu estava literalmente a pé para esse evento."Chorei as pitangas" com meu pai e ele autorizou que eu pegasse a DT180 pra sair, e disse, que podia a partir de então ficar com ela, já que a monareta estava dando muito trabalho...

Não podia haver noite mais perfeita!  Confesso que o namorico com a menina não foi muito longe, já a relação com as motos...

Assim começou minha breve historia com a DT180.

Tenho certeza absoluta que 10 entre 10 quarentões / cinquentões que curtem motocicletas hoje, tem historias incríveis para contar em cima de uma DTzinha...

O Passeio

Assim que passei a perna por cima do banco, senti de cara o peso da idade em notar seu pequeno tanque de combustível, cuja tampa é também incrível - basculante! Painel de instrumentos redondos, ausência de qualquer carenagem de farol, banco "reto" ... Dei partida com incrível facilidade e reencontrei um motor dócil, suave, de tocada muito agradável!
Engatar a primeira marcha me fez lembrar o absurdo que é aquele pedal de cambio...  Adequado para uso com as grandes e pesadas botas de cross, fazem com que a troca de marchas com calcados comuns seja, no minimo, dolorida..  a alavanca é longa e muito desconfortável...

Difícil imaginar que aquela moto, tão pequena e de aparência frágil, de motor tão suave, tenha vencido inúmeros enduros da independência! - o segredo estava justamente ali, no equilíbrio!

Eu seria capaz de pilotar a DT pela tarde inteira sem parar, tamanho prazer que ela me trouxe durante a pilotagem e no turbilhão de pensamentos e lembranças que voltaram à mente naqueles momentos!

Acompanhe este passeio... em tempo: peço desculpas ao leitor por apresentar um trecho de off road tão pequeno e simples como essa "trilhazinha" de 1 quarteirão, a DT merecia bem mais... mas ao mesmo tempo tenho que me desculpar com o proprietario por ter colocado a moto dele na terra... (sabe como são os colecionadores...)  eu até que tentei disfarçar quando devolvi a moto pra ele, mas o tanto de "picão" que estava em meus tornozelos  me denunciaram...




Curtiu esse vídeo?  de uma olhada em outros que publicamos também...


4 comentários:

  1. Amigo, muito linda a moto, se permitires, gostaria de contribuir: esta é uma DT 180 six speed, a DT modelo N veio em 1985, se deres uma busca nas revistas de época observarás que tem algumas diferenças, a mais notável, é o tanque, a N também possui carenagem e os piscas dianteiros são fixados diferentes, ACHO que esta ainda era 6 volts.. espero ter ajudado.
    Grande abraço
    Molina

    ResponderExcluir
  2. confirmando, eu tenho o modelo dt180n ano 86. Foi lançado em 85 até 87, onde foi substituido pelo modelo dt180z com freio a disco.

    ResponderExcluir
  3. Caros, confesso que esses 2 comentários me fizeram muito feliz! Desde o começo do site, quando publiquei a página "O AUTOR" assumi a proposta de fazer deste, uma garagem virtual, onde cada um puxasse sua cadeira e pudéssemos relembrar, reviver e debater - até mesmo discordando - sobre as motos antigas! Eis que vocês 2 estão cobertos de razão e a DT 1984 deste vídeo é realmente uma DT180 Six Speed - e a DT 180N veio mesmo em 1985, já com tanque vulcão e foi antecessora da DT180Z que tinha freio a disco! Obrigado, não apenas pela correção acertada, mas principalmente por puxar a cadeira e enriquecer o nosso espaço. (corrigirei o texto)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um prazer relembrar a "velha e boa DT 180".Tive uma modelo Z que só ficava a dever na subida de serra das praias do PR(BR 277),problema resolvido quando em 1995 comprei o modelo DT 200,que saudades das 2 tempos,tive várias e só ficou as fotos e a saudades.

      Excluir