quarta-feira, 1 de abril de 2015

Lendária, Suzuki GSX-R 750 completa 30 anos

Por Artur Caldeira - Agencia Infomoto

A famosa superesportiva surgiu em 1985 trazendo a tecnologia e o desempenho antes restrito às pistas de corrida e aos pilotos profissionais para as mãos de motociclistas comuns
A necessidade é a mãe da inovação, diz uma das variantes do famoso dito popular. Foi a necessidade de criar uma moto de corrida de até 750 cc, com o desempenho de uma 1.000 cc, que fez nascer em 1985 uma das mais revolucionárias superesportivas de todos os tempos: a Suzuki GSX-R 750. “Sabíamos que o nosso desafio de criar uma moto de menor capacidade com mais potência era enorme”, relembra Isamu Okamoto, engenheiro de motores da Suzuki na época.

Elogiada e à venda ainda hoje, a GSX-R 750 marcou época com suas engenhosas soluções técnicas. E é considerada por muitos a primeira motocicleta “Race Replica” moderna, ou seja, uma moto de pista feita para rodar na rua. Ficou conhecida no Brasil pela sigla SRAD, que resumia uma de suas inovações: a injeção direta de ar para o motor presente no modelo desde 1996, quando começou a fazer sucesso também por aqui.
Para atingir o objetivo de projetar uma moto de 750cc com alto desempenho a Suzuki teve de inovar. Criou um quadro berço-duplo perimetral feito em alumínio, o primeiro a equipar uma 750cc, que pesava cerca de 8 kg a menos do que os quadros de aço feitos na época. Optou por um motor de quatro cilindros com refrigeração mista, com o óleo refrigerando as válvulas e cabeçotes, o que o fez ser bem mais leve que os motores com refrigeração líquida... leia a matéria na íntegra clicando aqui.

3 comentários:

  1. Tenho a Motoshow da época guardadinha.
    Essa Suzuki revolucionou, junto com a Yamaha FZ 750 de 5 válvulas. Demais.

    ResponderExcluir
  2. Tive o modelo gsx-R 1100 ano 90. Uma moto forte, de grande estabilidade e MUITA qualidade. Basta dizer que é um dos motores mais apreciados pelos preparadores de moto dragster americana. E o modelo RG500 Gamma, igual a que o Michel Jackson gostava de pilotar, inclusive era a moto predileta dele. No quesito esportividade, a Suzuki é de cabo enrolado.

    ResponderExcluir
  3. Sonho de consumo máximo! Como eu queria ter essa moto que marcou uma geração!! A Suzuki acertou em cheio nessa moto!

    ResponderExcluir