sábado, 25 de abril de 2015

O Capacete e o direito de escolha!


(Antes de publicar esta matéria, deixamos por uns dias no ar uma enquete perguntando aos nossos leitores o que eles achavam da OBRIGATORIEDADE do uso do capacete. Pergunta capciosa, pois a ideia não era saber se o leitor achava que era certo USAR o capacete, e sim se era certo nos OBRIGAREM a utiliza-lo - enfim, o resultado da enquete foi que 62% de nossos leitores acharam errado... Vamos nos aprofundar um pouco mais neste tema? Em especial lembro que o leitor pode - e deve - manifestar-se nos campos de comentários ao fim do texto - enriquecendo e muito, nosso site)

Tema muito polêmico, mas considerando que este é um site dedicado as motos clássicas, estamos falando com um público diferenciado, que possivelmente pilota motos desde os anos 1970 e em diante - público que conheceu a sensação de liberdade que o vento contra o rosto proporciona.  Não que isso signifique unanimidade... mesmo porque "toda unanimidade é burra"



Quando um tema é polemico, nada mais justo que calçar os sapatos da outra parte, para entender melhor seu lado.

- pensando pelo lado dos legisladores,  OBRIGAR o uso do capacete faz todo sentido, pois o capacete tem a função exclusiva de proteger a cabeça do cidadão. Com isso evita-se despesas médicas, pagamento de seguros, uso dos serviços de remoção e etc.

No entanto, você já pensou que existem outros dispositivos de proteção, que causam tantos problemas quanto, ou até maiores para o sistema de saúde e não são de uso obrigatório?

Por exemplo: os preservativos!  Seguindo a linha de raciocínio de nossos legisladores (obrigar ao invés de educar), se o capacete é de uso obrigatório, os preservativos para todos que não forem casados e não queiram procriar, deveria ser obrigatório também não?  pois a falta de uso, causa diversos problemas para a saúde publica e gastos talvez maiores até do que a falta do capacete. Fiscalizar seria no minimo hilário?  não vamos entrar no mérito dessa questão...

Outro questionamento que fica no ar, quem mata mais? a falta do capacete ou o cigarro? Apesar de sabermos que o fumo trás apenas malefícios, mas proibi-lo não dá, né?  claro que não, há um lobby fortíssimo por trás dele, muitos interesses em jogo.

Rua Augusta - anos 70
Já voltando a calçar as botas do motociclista, existem os que gostam do capacete e só saem de casa com ele, e outros que simplesmente abominam seu uso, e valorizam a experiência de pilotar sem capacete sentindo vento no rosto, abrindo declaradamente mão da proteção por eles oferecida.

Será que investir em campanhas educativas não seria mais eficiente?  conscientizar a população da importância de seu uso não surtiria um efeito positivo?  Deixar a policia investir seu tempo em tarefas mais importantes, como prender bandidos por exemplo ou traficantes, permitindo que cada cidadão - uma vez instruído - possa decidir sobre sua segurança física não seria mais eficiente? ou pelo menos inteligente?

E que tal observar o exemplo Norte Americano?  Em minha opinião, nos estados que o seguem, é um grande exemplo de respeito ao cidadão e exercício de livre arbítrio:

Lá, motociclistas podem sim pilotar sem capacete, desde que:

- estejam habilitados
- estejam usando óculos
- possuam seguro saúde
- possuam seguro contra terceiros e danos materiais

Vamos revirar um pouco a coisa e falar de direitos e deveres?  Pois é, começando pelo básico do básico:  "seu direito termina onde começa o direito do próximo".  Se eu pilotar sem capacete e sem óculos, posso tomar uma "mosquitada" no olho, perder o controle da motocicleta e ferir algum pedestre ou causar um acidente - portanto, faz todo o sentido obrigar o óculos de segurança!

Por outro lado, a falta de uso do capacete não causa problemas para nenhum dos meus próximos, não os põe em risco, ou seja, não interfere no direito do motorista que está ao meu lado na via, e muito menos do pedestre que está atravessando a avenida!  Não os coloco em risco por estar sem capacete (desde que com óculos como falamos anteriormente) - desta forma, se eu tiver um seguro que evite que eu dê despesas publicas, eu estarei exercendo meu direito de pilotar sem capacete e causarei menos danos a sociedade do que um fumante causa!

Você já pensou que, o motorista que não dá seta para mudar de direção está  colocando a você motociclista em risco? E se concordamos que você sem o capacete não coloca ninguém em risco a não ser a si próprio...  Acha justo a penalidade por conduzir sem capacete ser 7 pontos x 3?  Isso mesmo, a penalidade por não usar o capacete é de 7 pontos mas o tipo de multa faz com que os pontos sejam multiplicados por 3, e você então atinge numa multa apenas os 21 pontos e perde a carteira de motorista!

E o que dizer dos que usam capacetes semi-destruídos, sem afivelar, com viseiras totalmente riscadas? Não ha problema quanto a isso, muito embora esteja previsto na lei, mas a fiscalização fecha os olhos para tais casos, e eu, tolo... imagino que um capacete detonado com uma viseira toda riscada a noite, com o ofuscamento causado pelo farol de xênon adaptado no VW Gol, me coloque em risco enquanto pedestre.

Causo: Apesar de saber que é obrigatório, morando em pequena cidade do interior, as vezes arrisco um passeio sem o capacete, e em um desses me ferrei.  Era final de um janeiro chuvoso, acho que em 2010 ou 2011, na cidade havíamos passado por inundações tamanha quantidade de chuva, e num final de tarde sem chuva, com por do sol bonito, resolvi colocar minha esposa na garupa e sair pra dar uma voltinha com minha Hayabusa.  O passeio durou apenas 3 quarteirões, quando em direção oposta vinha uma viatura da policia com 2 policiais, que imediatamente pararam o carro cantando pneus no meio da rua, sacaram suas armas e ordenaram pra que eu parasse.

Oras! eu estava num passeio, apesar dos 200hp da Hayabusa, eu não estava a mais do que 30km/h. Tinha o rosto descoberto e estava com as duas mãos no guidão.  Pra que armas e candadas de pneus? 

Enfim, me interpelaram com uma truculência absolutamente desnecessária, pediram documentos - os quais apresentei imediatamente - foi quando pedi gentilmente para que guardassem as armas, afinal, um casal em uma moto, passeando em baixa velocidade, atendendo ao comando do policial para parar e mostrando todos os documentos, não deveria ser tratado desta forma...  Bem, não preciso dizer que perdi a carteira, foram 21 pontos por pilotar sem capacete + 21 pontos por levar garupa sem capacete!  - e eu, que não estava pondo em risco a vida de nenhum dos meus próximos, menos do que um motorista que atende ao celular, ou faz uma conversão sem acionar a seta coloca...

E você, é favorável a obrigatoriedade do uso do capacete? ou acha melhor a sua conscientização?



2 comentários:

  1. Meu caro Diogo... so te falo uma coisa.... TENHO NOJINHO DESTE PAIZINHO CHAMADO BRASIL, DOS POLITICOS, DOS INTERESSEIROS E DOS JOGOS DE LEIS QUE SÒ FERRAM A GENTE EM TODOS OS SEGMENTOS POSSIVEIS.....
    Viajei de bike por 3 dias pela minha regiao, fiquei em Paraty num Hostel, conheci gente de inumeros locais do mundo, e fiquei revoltado por ter nascido aqui.....
    Giancarlo - SJC/SP - Dakar 30.0

    ResponderExcluir
  2. Isso é um assunto que sempre dá pano pra manga.
    Deve ser obrigatório, ou não?
    Até poucos anos atrás, também não era necessário colocar um cadeado no disco de freio, ter seguro contra roubo.
    Dez dias atrás, um amigo que tinha o hábito de não afivelar corretamente o capacete, foi para o andar de cima, deixando uma linda esposa e filhinha de um aninho. Uma pena, mas o vídeo mostra o capacete dele saindo antes da pancada, e foi dentro da cidade, baixa velocidade.
    Cada um faz sua segurança, tem sua consciência.

    ResponderExcluir