quarta-feira, 29 de abril de 2015

Tradição ou Tecnologia? (óleo 2 tempos)


Ahhhhh... moto 2 tempos é uma delicia, não é mesmo?

Inesquecível M-50 com seu odor,
simbolo de 2 tempos de alto
desempenho nos anos 1980 e 1990.
Estridente, respondona, cheia de personalidade... Sem dúvida as motos 2 tempos são uma espécie em extinção e, em sua imensa maioria - altamente colecionáveis, valorizando-se dia a dia.

No entanto, o cheiro e a fumaça, embora façam parte do "pacote 2 tempos anos 70 e 80", não agradam a todos, principalmente as garupas reclamam de ter os cabelos impregnados por aquele cheiro - que nós homens, entendemos como perfume, até afrodisíaco segundo alguns já comentaram...

Além das garupas "reclamonas", há um outro fator que nos remete a uma reflexão mais profunda: a carbonização dos motores e escapamentos, isso... Os motores 2 tempos, por queimarem o óleo juntamente com o combustível durante a combustão - geram uma carbonização excessiva no cabeçote e no escapamento, e deve fazer parte de sua manutenção periódica a descarbonização de ambos.



Neste ponto aquele colecionador ou aspirante, que estava pensando: dane-se a minha garupa, vou usar óleo M50 (castrol M50 era um óleo de competição conhecido nos anos 80 por seu odor maravilhoso! e alto poder de lubrificação - infelizmente não existe mais no mercado, quem sentiu seu cheiro...sentiu, quem não sentiu, não sente mais - pra esses fica a dica:  o cheiro se assemelha muito com o cheiro dos motores 2 tempos de aeromodelos, mas corre, pois os aeromodelos também evoluíram, foram pros 4 tempos e posteriormente pros elétricos...) - já deu uma repensada: - pois é, esse negócio de meter chave no cabeçote e maçarico no escapamento da minha moto antiga não está me deixando muito confortável....  Pois é, caro leitor,  entre a cruz e a espada, estamos nós, proprietários de clássicas 2 tempos.  Manter o perfume e fumaceiro "de época" (mesmo que não seja o M50 que era a coqueluche dos anos 80, outros óleos minerais 2 tempos já geram fumaça e odores característicos...)  e nos indispormos com nossas garupas e de quebra ganharmos uma manutenção extra,"invasiva" e frequente em nossas motos? Ou partir pro uso de um óleo 2 tempos moderno?

Oléos 2 tempos modernos, 100% sintéticos,
sem cheiro e sem fumaça!
30, 40 anos se passaram, e como tudo, os lubrificantes evoluíram, hoje em dia, lubrificantes sintéticos ou de base sintética superam em todos os aspectos os lubrificantes de gerações anteriores.  No entanto, como não há ganho sem perda, tiram parte do charme das 2 tempos.

Quando comprei minha primeira 2 tempos pra coleção - a Agrale Dakar 30.0 - fiquei nessa dúvida também. Se o diabinho sentado em meu ombro esquerdo gritava em meu ouvido: mete o tradicional nela, vamos fazer fumaça! O anjinho do outro lado me lembrava que, satisfazer minha garupa era parte do sucesso dos meus passeios, e mantê-la distante de ferramentas e maçaricos não era má ideia.

No meu caso o bom senso prevaleceu: A Agrale, com seu comportamento agressivo e estridente fez com que o charme não tenha se perdido, e ela (assim como a vespa) usa Motul 710 - óleo 100% sintético de primeira linha, praticamente sem cheiro e fumaça e que garante a menor carbonização possível!




E você na sua 2 tempos?  Curte fazer fumaceiro pelas ruas? Ou prefere a tranquilidade de um óleo moderno?



5 comentários:

  1. Uso e recomendo o Castrol actevo que atende a norma JASO FC ... até o pessoal dos DKW tem usado bastante.

    ResponderExcluir
  2. Uso e recomendo o Castrol actevo que atende a norma JASO FC ... até o pessoal dos DKW tem usado bastante.

    ResponderExcluir
  3. Um amigo tinha uma Agrale WXT 200 álcool e só usava M50. Cada acelerada parecia o spray de um extintor. Muito legal! The Delega!

    ResponderExcluir
  4. Uso esse óleo na minha RD135, é um produto excelente, sem falar nos benefícios que o mesmo proporciona aos amantes dos motores dois tempos, mas que dá saudade do M50 isso não tem como negar.
    ouvi falar que agora a RAID está com um óleo que tem o odor muito próximo do M50, é um produto semissintético, vou ter que experimentar para ver se é verdade, mas não pretendo em nem um momento deixar de usar o 710 da Motul.

    ResponderExcluir
  5. amigos bom dia!
    tenho uma cr 250 ano 2000.um canhao.meu xodo. nao troco por nada.
    gostaria de saber onde encontro essa embalagem de 4l deste oleo.nessa regiao q moro o frete é meio puxado pra ta comprando de 2 ou 3 embalagens de 1l.se alguem souber agradeço...

    ResponderExcluir