Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

COLECIONAR: PROTEGER O PASSADO!

Imagem
Sem duvida o lado emocional pesa demais para o colecionador, a escolha de cada moto, as lembranças que elas lhe traz e assim por diante, é sem duvida uma grande viagem no tempo!
Mas, independente do que leva cada um a montar e manter em sua coleção, escrevi esta matéria pensando em elencar alguns itens que estão simplesmente entrando em extinção e que, graças a atitude, paciência e dedicação de colecionadores, as futuras gerações terão o prazer de conhecer - e não apenas de "ouvir falar" deles.

Carburador Com seus estouros característicos, a necessidade de constantes regulagens, grande responsável pelo bom desempenho e pela economia (ou não) de combustível, hora "dando excesso" de combustível, hora com falta... uma verdadeira traquitana mecânica, capaz de misturar um líquido e um gás e injetá-lo no motor, dosando ainda sua proporção. 
Certamente no futuro teremos trabalho pra mantê-lo funcionando: esse é o carburador! Carburadores simplesmente não existem mais nas …

Brian Johnson também gosta....

Imagem
Apesar de rock e motos andarem juntas, ele nunca me chamou muita atenção, eu sempre fui mais "pacato" quando o assunto era rock, preferia Eric Clapton, U2, Guns and Roses, Bruce Springsteen, Bon Jovi  em detrimento a bandas mais pesadas como o AC/DC do Brain Johnson...

Mas, recentemente um programa que vem passando no canal a cabo "Discovery Turbo" chamou minha atenção, passei a grava-lo e assistir assiduamente.

ARQUIVO: A XT600Z TÉNÉRÉ 2 ANOS ANTES DE SER LANÇADA NO BRASIL

Imagem
A revista Motoshow incomodava a concorrência!  Tinha lá suas facilidades na europa, é verdade, mas sabia tirar proveito disso e ao menor rumor que a Yamaha podia lançar a XT600Z Ténéré no Brasil, apresentou-nos esse teste, explicando detalhadamente como seria a XT caso fosse aqui lançada!


A moto apresentada (ano/modelo 1986 na Europa) era praticamente igual a lançada no Brasil dois anos mais tarde!  Entre as diferenças estão o para-lama dianteiro, que no modelo europeu trazia um aplique de gosto duvidoso e a potência do motor, como já era costume naqueles tempos, o modelo lançado no Brasil sempre tinha alguns cavalos a menos de potência - segundo os fabricantes, adequado ao nosso combustível!

A matéria é fantástica e merece fazer parte de nosso arquivo! Sem falar nas fotos, da "desértica" Ténéré.... na neve!

Fichário da moto: Regulando carburador

Imagem
Caro Leitor, compartilho essa matéria publicada no site motonline do genial Tite, pois é um item que em muito interessa a nós colecionadores. Tite com toda sua experiência foi capaz de transmitir de forma simples a "magia do carburador", explicando passo a passo como acontece a formação da mistura, como regular, equalizar etc. Se pro motociclista moderno tem pouca importância, pros colecionadores é importantíssima!

Regulando carburador - Uma espécie em extinção

por: motonline

Um drama condenado a extinção. Com a vinda das motocicletas injetadas vai acontecer com os carburadores o que aconteceu com os platinados.

Até um bom tempo atras as ignições das motos funcionavam por meio de platinados. Era um sistema que carregava a bobina de ignição com corrente do magneto e ao desligar o contato do platinado a faisca se dava na vela.

Era um drama para manter regulado porque havia muitas peças moveis que se desgastavam e o motor "saia do ponto" ficando difícil de pegar e quan…

QUANTO VALE?

Imagem
Há uma faceta pouco comentada mas muito divertida quando falamos de colecionáveis, se aplica a tudo que se pode colecionar, mas sem duvida carros e motos saem as ruas, despertam a curiosidade dos que os vêem, e ali expostos acabam se tornando o centro das atenções.


Uma situação muito comum é sair com as motos antigas pra dar uma voltinha, e a cada parada, seja para abastecer, padaria, oficina, restaurante - aquela rodinha se forma em poucos minutos e começa a saraivada de perguntas:
- caramba!  Que ano é ? - restaurada ? - qual a km ? Mas original mesmo ? - trata ela no iogurte ? - coloca pra dormir na sala ? - vende a moto ? - Poxa parabéns !!

MC80 no WEBMOTORS e UOL: Confira dicas para comprar sua primeira moto clássica.

Imagem

Em uma época de inocência...

Imagem
Eu tinha apenas 15 anos e naqueles tempos, no interior do estado, em cidades pequenas, havia uma certa liberalidade da polícia com relação a menores de idade pilotando motocicletas e dirigindo automóveis. Na realidade minha primeira moto tive aos 13 anos...  mas, na historia que conto hoje foi protagonizada  pela "vermelhinha"e quando eu já tinha 15 anos...

Hoje, olhando para trás entendo que essa viagem de apenas 100 km, foi a maior aventura que fiz sobre uma motocicleta em minha vida, e, não pode-se dizer que minha vida em duas rodas foi pacata...

100.000 visitas - Obrigado!

Imagem
06/agosto/2015
Motos Clássicas 80 ainda não completou 2 anos (começamos a esboçar as primeiras páginas em setembro de 2013, pegamos gosto pela estrada em 2014) e atingimos hoje a marca de 100.000 km!  ops, desculpe, 100.000 visitas em nosso site!

HONDA NX350 SAHARA

Imagem
Começo dos anos 90 e a Honda lançou a nova, a NX350 Sahara: Uma nova moto, sem duvida, porém, a exemplo do que havia acontecido no lançamento da CBR450SR, a "novidade" tinha um gostinho de "já-te-vi", e logo percebemos, ela tinha uma mecânica bem conhecida,  da XLX350R. Coincidentemente os dois lançamentos foram em resposta a duas motos "puro-sangue" da Yamaha (a RD350R e a XT600Z TÉNÉRÉ) - o que inflamou ainda mais a discussão entre Yamahistas e Hondeiros daqueles tempos.

COLECIONAR: COMO COMEÇAR?

Imagem
Ao navegar na internet ou frequentar encontros de automóveis antigos, muitas pessoas sentem saudades de uma determinada época ou sentem-se atraídos pelas recordações que algum tipo ou modelo de motocicleta trazem.
Quem nunca suspirou diante de uma reluzente CG125 1977: Ahhh comecei numa igualzinha a essa!

Pois é, dai pra vontade de colocar uma delas na garagem é um pulinho...


Mas dar esse pulinho nem sempre é fácil. Primeiro vem o temor dos custos envolvidos, o cidadão pode imaginar que a compra da moto é apenas a ponta do iceberg de despesas - e pode realmente ser, como também pode não ser.

Vou colocar algumas sugestões pra quem ta querendo começar e precisa de um empurrãozinho, mas por favor, entenda: são minhas sugestões. Sugestões baseadas nas experiencias que tive, existem sem duvidas outras formas de iniciar uma coleção que são muito válidas também, vai de avaliar o desafio que cada um quer encarar, dos recursos que dispõe e principalmente e o que lhe dará maior prazer.