terça-feira, 1 de setembro de 2015

Substituição de cabos - mantendo originalidade

No ultimo final de semana, fui dar uma volta com a XLX350R e notei que o conta-giros deixou de funcionar. Levei a concessionária para verificar se era o cabo que havia se rompido e bingo!  Era ele mesmo o vilão da história.

No entanto o cabo que estava lá era o original da moto, de fábrica, e apesar de encontrar o cabo com extrema facilidade (marca Scherer que é justamente quem manufatura para a Honda) eles tinham umas poucas diferenças externas, nada que comprometesse o funcionamento, mas, por exemplo, o acabamento que era de metal em 1988 passou a ser feito em plástico injetado no mais moderno. Apesar de ser um cabo que fica praticamente escondido, embaixo do tanque e por trás da carenagem de farol, eu não queria aquele acabamento...



Então veio do mecânico Marcelo a excelente sugestão: porque não substituímos apenas o miolo do cabo? mantendo a capa original - que encontra-se em perfeito estado?

Claro, com isso, conseguimos manter a capa original, com as inscrições Honda, com código da peça, com a tal ponteira de metal - tal qual era em 1988, e com o interior (o cabo propriamente dito) novinho em folha funcionando lá dentro!

Ponto pra originalidade!  Fica a dica ai pra quem precisar substituir algum cabo e quiser manter o visual original. Afinal, o encanto das clássicas está nos detalhes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário