segunda-feira, 2 de maio de 2016

Ayrton Senna - a nossa homenagem.

Não ouso, neste site, a falar de Ayrton.

Sou apenas um fã, que lê, relembra e sente saudades.  Só não queria deixar passar em branco esta data, primeiro de maio de 2017 - 23 anos sem "nosso" Ayrton.

Ayrton tem tudo a ver com esse site, ele amava motos, ele alegrou nossa juventude, o final dos 80 e inicio dos 90...

Me limito a postar algumas fotos, de Ayrton Senna e de motos, nesta silenciosa, singela e sincera homenagem.

Ayrton, OBRIGADO!














Costumo usar uma expressão quando respeito muito algum motociclista, aventureiro ou piloto, digo:  "para você eu tiro o meu capacete" e saiba, são poucos os caras para quem "tiro o capacete"... bem mas para Ayrton não podia ser diferente, não podia ser menor, o mais importante, o mais inspirador, o mais especial dos pilotos, "pra você Ayrton, eu tiro o meu capacete"





5 comentários:

  1. Em 1985 eu vi chegar numa oficina um premio de uma corrida que ele tinha ganho. Uma mercedez esporte 190E 2.3-16v.Certa vez ele estava na av. Europa com o honda nsx vermelho. Muito style! Ah, vi também seu capacete autografado numa loja de acessorios no japão, estava por U$4.000 (faiz tempo.Se fosse hoje....). O cara era o CARA!

    ResponderExcluir
  2. Em 1985 eu vi chegar numa oficina um premio de uma corrida que ele tinha ganho. Uma mercedez esporte 190E 2.3-16v.Certa vez ele estava na av. Europa com o honda nsx vermelho. Muito style! Ah, vi também seu capacete autografado numa loja de acessorios no japão, estava por U$4.000 (faiz tempo.Se fosse hoje....). O cara era o CARA!

    ResponderExcluir
  3. ele simplesmente " NAO ERA DESTE MUNDO " pessoa e piloto FANTASTICO. pra mim..ele voltou de onde veio..!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. único defeito, Giancarlo: foi cedo demais cara! demais! caras assim deviam viver 100 anos...

      Excluir
  4. Um ídolo, um herói.
    Ayrton gostava de motos, tinha um ciclomotor Puch na Inglaterra quando começou sua carreira internacional, Andava na CB do seu empresário Arnoldo Bessa, e sempre que podia(e acontecesse por perto), ele assistia provas do mundial, inclusive era fã de Roberts, entre outros. Já lí uma pequena entrevista dele na Motoshow falando de motos e corridas de motos. Vale lembrar também de Nelson Piquet que começou correndo de moto, Emerson e Wilsinho Fittipaldi, que também correram e Emerson até foi campeão paulista. Nossos ídolos e heróis.

    ResponderExcluir