quarta-feira, 29 de junho de 2016

Onze anos e uma Honda CG 125 1983 placa preta

Luiz Eduardo e a CG 1983 que ficará sempre na família
Para muita gente a motocicleta é apenas um veículo de locomoção ou lazer. Outros são apaixonados pensam e agem diferente dos demais. É o caso do consultor de vendas Eduardo Zilli, morador de Florianópolis (SC).  Orgulhoso, ele postou em sua página do Facebook um relato detalhado para conseguir a placa preta de sua Honda CG 125, ano 1983. Até então nada de especial, porém ele faz questão de manter a moto em família e para isso tomou uma atitude no mínimo curiosa: transferiu o documento para o nome do filho que tinha na época oito anos. Leia o relato apaixonado de Eduardo e saiba mais sobre uma história que uniu três gerações.
"Hoje, 20 de junho de 2016, é um dia muito especial para mim, depois de oito anos com minha Honda CG 125, ano 1983, que chamo de Margarete, consegui chegar ao auge para quem gosta de motos antigas, a placa preta! A placa preta indica que o veículo tem mais de 30 anos e que possui características originais.
Praticamente zero a CG atingiu 92% de originalidade
Agradeço ao meu pai Oclézio Zilli, que me deu a moto em 2008 pra que facilitasse o meu trabalho, quando eu ainda morava em Foz do Iguaçu (PR). Desde então passei a zelar pela moto e investi bastante tempo e dinheiro para deixá-la como está hoje. 
Em 2010 mudei para a capital de Santa Catarina e alguns meses depois a Margarete veio também. Em 2013, quando fui fazer a transferência para Floripa, decidi colocá-la em nome do meu filho Luiz Eduardo, que na época tinha oito anos, (hoje está com onze). Espero que posteriormente, ele repasse ao irmão Pedro, que hoje tem quatro anos e meio, pois desejo que ela permaneça na minha família por muitos e muitos anos e que eles zelem por ela também.
Agradeço ao Fabrício Frejat, da Old Stock, de Sorocaba (SP), que foi o responsável por me fornecer várias peças originais e também muitas dicas sobre o modelo da moto original.
Uma grande companheira que merece a placa preta
Meu agradecimento ao Claudio Luiz Felix Filho e seu pai, da Help Aros Moto Service de Palhoça (SC). Eles foram os responsáveis pela reforma e instalação das peças originais.
Um agradecimento especial, ao meu grande amigo Darci Cidade que me auxiliou com toda a documentação.
E finalmente, agradeço ao Fernando Paiva Coelho, Presidente do Clube Veículos de Coleção do Brasil, de Maringá (PR), responsável pela vistoria e certificação, onde a "Marga" - como é chamada por mim e minha família - foi aprovada com 92% de originalidade, se enquadrando nas normas de obtenção do certificado.
 
Eduardo e a "Margarete"
Só quem gosta sabe o prazer de rodar sobre duas rodas e agora a satisfação aumenta, pois ter uma relíquia nas mãos é um enorme prazer e receber os elogios nas ruas onde passo com ela, é ainda mais gratificante!"


15 comentários:

  1. Obrigado Cicero pela publicação, sempre que vejo as fotos e lembro de toda a historia meus olhos se enchem de lagrimas... de alegria é claro... e acabou de acontecer isso... Forte Abraço e Bom Trabalho !!!

    ResponderExcluir
  2. Eduardo, tudo bem? to doido atrás de uma CG dessa. Você não vende a sua não?! kkkkkk... parabéns pela conquista! abraço

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela preciosidade, tive uma 83 vermelha zero km, este modelo foi um marco pois foi a grande mudança no estilo e na segurança.. às vezes dá vontade de ir atrás de uma vermelhinha... :)

    ResponderExcluir
  4. Parabéns linda moto. Tive uma destas O km também azul, e uma bolinha Ecco também Azul.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns linda moto. Tive uma destas O km também azul, e uma bolinha Ecco também Azul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. linda moto uma pena o tanque ser da ml 83,o da cg 83 e diferente.

      Excluir
  6. Ola amigo como pode uma cg com tanque de ML como placa preta? Qualquer um pode ver que o tanque não e de cg,mais mesmo com este detalhe vc esta de parabens bela moto.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, venho por meio desta parabenizar pela moto, tenho uma também, o charme da transição da cg bolinha 1982 para cg 1984 bem ela com tamque e paralama dianteira da ml farol da bolinha e única só esse ano,so tenho uma dúvida original é quatro ou cinco marchas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O escapamento não e original os amortecedores traseiro também não o tanque também não os suportes de farol também mais fico bonito

      Excluir
    2. A 83 são 4 marchas sequenciais.

      Excluir
  8. um absurdo tamque ml 83/carburador moto cg 81 ainda placa preta.

    ResponderExcluir
  9. Famosa placa treta motor dá 99 pedal de partida não condiz com o ano.tenho uma cg 84 toda original

    ResponderExcluir
  10. nem a capa banco esta escrito honda,quantos detalhes que nao condiz com a moto.

    ResponderExcluir