Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

TÃO IGUAIS - TÃO DIFERENTES !!!

Imagem
Recebi a visita de meu cunhado em casa, Rogério é um motociclista muito experiente e apaixonado pelas motos antigas, em um determinado momento da visita ele disparou:  - Não vamos dar uma volta de moto não ?   

Claro, Rogério, vamos pra garagem!



Agrale Dakar 30.0 foi a moto escolhida por ele, era uma das que ele não tinha andado ainda, e eu peguei a XLX350R pra acompanha-lo no passeio pela cidade.

DIA DO MOTOCICLISTA

Imagem
27 de Julho de 2016 Pra aquele que bateu os olhos na imagem e ela fez rapidamente algum sentido: 
FELIZ DIA DO MOTOCICLISTA! 

nos dias mais frios...

Imagem
Pais tropical, calor, disso tudo a moto antiga gosta!

Mas e quando esfria?

Nos últimos dias a região sul e sudeste do Brasil recebeu a maior frente fria dos últimos anos, devemos tomar algum cuidado especial com nossas clássicas?

O Mantra da originalidade

Imagem
Ha alguns dias, apareceu um comentário "anonimo" em uma de nossas postagens, em que, de uma forma extremamente bem humorada enfatizava a obsessão que tenho por peças originais e a forma contundente que isso é repetido em nosso site.




Algo ficou para trás...

Imagem
Os números não são claros, dados muito antigos, fontes diversas, e a qualidade desaparece.

Mas, considerando-se que a produção de motocicletas começou pra valer no Brasil em 1971, somente em 1977 atingimos a produção de 35.000 motocicletas anuais, e em 1980 a produção chegou a 185.000 unidades, não seria loucura afirmar que: Nos idos de 1980 eram poucos felizardos a circular de moto nas ruas, certamente menos de 500.000 motocicletas em circulação, considerando ai as importadas e as pequenas nacionais.

Hoje a frota brasileira é estimada em 23.200.000 de motos segundo o Denatran (considerando ciclomotores, motocicletas e motonetas).

Bem, não precisa ser nenhum gênio pra perceber que a frota aumentou, e aumentou pra valer, basta olhar em volta, e vemos um mar de motos em cada semáforo,

                                                              Mas algo ficou pra trás...