Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

Intercâmbio de peças

Imagem
Se essa informação foi útil em 1990, imagina só agora, 26 anos depois, quando as raras peças se tornaram ainda mais raras.


Se você está restaurando alguma clássica dos anos 80, ou está simplesmente procurando alguma peça para sua moto, vale a pena dar uma conferida nesse texto.
Algumas das sugestões dadas neste texto eu considero inadequadas para um colecionador sério, como por exemplo, colocar corrente das motos agrale (sem retentor) nas XLX (com retentor) - Apesar das medidas serem iguais, são peças de construção diferentes, e em minha opinião não é uma opção de troca, mas por outro lado, a sugestão de colocar a corrente da RD350R na XT600Z Ténéré (com a remoção de 2 elos) é bem adequada...   ai vai da analise e bom senso do leitor!
Possivelmente a peça que você procura exista, talvez você esteja simplesmente procurando da forma errada!
Boa garimpada!

Com as clássicas? não há rixa!

Imagem
É impossível evitar, pois o grande grupo de motociclistas e motoqueiros ao qual pertencemos é formado por grupos menores e cada um desses grupos por sua vez levanta sua própria bandeira...

Uns se dizem "beemers", outros "harleiros" - os "speed" falam mal das harleys, os beemers se consideram o topo da cadeia alimentar! Harleiros acreditam que sua moto tem alma, chamam os speed de "jaspion"... e por ai vai. 

Quase todos eles reclamam dos motoboys, muito embora na hora de receber a pizza, cubram-se com um manto de hipocrisia e agradeçam:  "valeu irmão!"  

ARQUIVO: 30 vs 30

Imagem
Essa edição de Motoshow nos trás o comparativo das trail de 30 hp!  De um lado a Honda XLX350R, com seu monocilíndrico a ar de 4 tempos e 350cc e de outro lado a Agrale Elefantré 30.0, com seu monocilíndrico a água de 2 tempos e 200cc - ambas com 30 cv de potência e disposição pra arrancar sorrisos de seus pilotos!

Acompanhe nas páginas abaixo esse teste, de duas motos que já estavam maduras em nosso mercado:


e eu com esses números?

Imagem
Humberto Gessinger - Engenheiros do Hawaii - escreveu uma musica bem legal, era assim:


"ultima edição do Guiness book
corações a mais de 1000
e eu com esses números?
5 extinções em massa... 400 humanidades
e eu com esses números?

solidão a 2.. divida externa... anos luz aos 33 Jesus na cruz... Cabral no mar aos 33
e eu? 
o que faço com esses números?

a medida de amar é amar sem medida
velocidade máxima permitida..."

E nós motociclistas?