O PAPO COM O FRENTISTA!

Já falamos anteriormente das "entrevistas" que inevitavelmente damos quando saímos com as clássicas pra um passeio, este que vou relatar aqui é apenas mais um deles, mas aconteceu dias atrás e foi bastante divertido!

Sai na realidade pra trabalhar, mas a Agrale estava na reserva do combustível e resolvi abastece-la.
Frequento um posto distante, por conta da gasolina Pódium que gosto de usar nas antigas. Fui até lá.

Chegando no posto, desci da moto, abri o bocal do tanque e o frentista começou a encher o tanque.  Antes da entrevista, um comentário meu:  Caramba, parece um carro... R$ 70,00 de gasolina num tanque de moto?! vai ter tanque grande assim lá longe!...sorte que dura um tempão!
Mas, seguindo com a historia, ele começou a abastecer e notei que ficava olhando no tanque, procurando pela marca. (obs..: a marca da Agrale está estampada, bem grande, no tanque perto do bocal).

Me mantive quieto, observando a pesquisa do rapaz, de olho pra ver se ele não fazia porcaria com a gasolina, por distração. Eis que ele dispara:

frentista: - que moto é essa moço?

Diego: - qual sua idade, amigo?

frentista: - tenho 22.

Diego: - pois é, ela é mais velha que você, tem quase 30 anos! por isso não a reconheceu...

frentista: - mas que moto é?

Diego: - ela se chama Agrale! (apontando pro nome estampado no grande tanque)

frentista: - Agrale? mas que marca é? Tipo Honda? Yamaha (me explicando que as motos tem que ter um fabricante, a resposta não poderia ser tão simples como eu imaginava, apenas "Agrale")

Diego: - Agrale é a marca dela mesmo, você nunca viu certamente por ser muito jovem, mas a Agrale voce deve conhecer, ela fabrica alguns tratores e caminhões atualmente.

frentista: - ahhh claro! a Agrale! eu conheço.

Diego: - pois é!

o abastecimento terminou, antes de colocar o capacete liguei a moto  e o frentista, agora já dominando o assunto arriscou:

frentista: - mas esse motor não tá com barulho estranho!?!

sorri e fui embora, no caminho pro trabalho, acelerando a Dakar 30.0,  fiquei pensando se ele achou o barulho estranho comparando com o barulho dos tratores Agrale ou das motos que se vê por ai atualmente...






Comentários

  1. KKKK..é verdade, outro dia estava calibrando os pneus da minha DT180 1984, encostou um garoto com sua Strada e perguntou : Que moto é essa ??

    ResponderExcluir
  2. Muito legal. Mesma coisa eu quando em Maringá, PR, precisei trocar o óleo da minha CB 450 TR, e o mecânico nem sabia onde ficava o bujão. Isso um mecânico!

    ResponderExcluir
  3. O legal é vc tá andando com a sua 2T e cola um motoboy jovem ao lado, e comenta: "sua motoca tá queimando muito óleo cara, desse jeito o motor vai fundir"...

    ResponderExcluir
  4. Com minha MZ é o mesmo.
    MZ mas é yamaha ?

    ResponderExcluir
  5. E quando a moçada nova vem perguntar se foi a Honda que inventou a moto, ou se ela inventou o motor de 4 cilindros, kkkkkkk!

    ResponderExcluir
  6. O pessoal quando vê a Amazonas primeiro leva um choque, depois acham que é construção caseira e alguns mais velhos, se lembram de testes antigos de revistas e querem me dar aula sobre ela... na maioria das vezes, acho divertido... Abraço Molina

    ResponderExcluir

Postar um comentário