Olha que foto legal, ela diz tudo!

Duas gerações da Yamaha Ténéré que marcaram os motociclistas apaixonados por grandes aventuras
Essa foto resume nossa paixão pelas clássicas. Lado a lado duas gerações de Yamaha Ténéré que marcaram gerações distantes quase trinta anos. No alto, a atual  660 com seu motor repleto de tecnologias, como a injeção eletrônica e a refrigeração líquida. Abaixo a velha Ténéré 600 que por mais de 30 anos ganhou nosso respeito e admiração, apesar do carburador e pedal de partida ela é apaixonante.

Por falar em admiração, quem fez a foto, também merece elogios. O mecânico e proprietário da Frontera Motos, Giovani Schuster, foi muito feliz ao captar a cena. Segundo ele o dono da Ténéré 1988 pediu que ele a trouxesse a vida novamente. "Fui lá fazer um resgate, a moto estava toda empoeirada e com algumas marcas do tempo, mas está perfeita, íntegra!!!. Como tenho uma Ténéré 660 fiz a imagem, pois achei bem legal" afirmou o mecânico-fotógrafo.
Pois bem, a imagem que Giovani fez sintetiza nossa paixão pelas clássicas. Apesar de trinta anos mais velha, ela é bem mais "classuda" que a Tenéré atual que também nos deixou. Com isso é o fim das Ténéré de um cilindro...
Agora nos resta esperar a chegada da Ténéré 700, de dois cilindros, que já está sendo mostrada pelo mundo. O protótipo já rodou pela Austrália nas mãos do piloto Rodney Fagotter em uma turnê mundial para mostrar a nova Ténéré em diversos países. Ainda não há data certa para a sua passagem no Brasil, mas a expectativa é grande. Será que a nova moto terá o mesmo carisma da Ténéré atual...


Por falar em carisma, liguei para a oficina do mecânico ligado nas aventureiras. Em um breve papo, Giovani, comentou sobre sua paixão pelas viagens e pelas motos. Sua oficina fica em São Bento do Sul (SC) e pode ser uma opção legal para quem viaja pela região. Afinal, não existe referencia melhor do que a paixão e o respeito pelas motos, não importa a idade.



Comentários

  1. Muito legal foto e reportagem. Mas as mono tem seus fãs, eu inclusive. Tenere e XT 660 continuam a venda em países da América do Sul .

    ResponderExcluir
  2. Sensacional. Tenho uma modelo 88/89 e preciso de peças. Gostaria de ajuda se possivel. Estou no RJ. Obrigado, RUIZ ............ ruiz@pobox.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

YAMAHA XT600Z TÉNÉRÉ

HONDA CB400

As XL que você nunca viu.