Quanto vale uma clássica?

Pra mim é um passatempo, antes de dormir, dar uma zapeada nas principais fontes de anúncios pela internet. Fico passando os olhos na tela,  procurando alguma oportunidade de colocar uma "nova moto antiga" na garagem do motosclassicas80.

Muito embora, para nós colecionadores, as motos muitas vezes não venham através dos classificados tradicionais. A maioria é fruto de indicação de amigos, comentários nas páginas, fóruns etc.. Por vezes outro colecionador desfazendo-se de parte do acervo. De qualquer forma, bisbilhotar nos classificados online é divertido, quase como um garimpo.

Se muitas vezes nos encontramos com verdadeiras sucatas oferecidas como "moto para colecionador", outras vezes nos deparamos com motos aparentemente boas, mas como uma "pepita de ouro", têm preços exorbitantes!

O caso da Yamaha RD350 LC




Um exemplo bem legal é a Yamaha RD 350. Uma moto pra lá de cobiçada e difícil de conseguir em boas condições. Ela começou a ser fabricada em outubro de 1986 e esteve na linha de produção até março de 1996. No total foram produzidas 23.826 unidades em oito anos. Hoje, elas são raras nos classificados e, quando estão em bom estado (originais), chamam muita atenção.




Acompanhei no ano passado o caso de uma RD 350 LC, ano 87 - daquelas semi carenadas - que era único dono, baixíssima quilometragem e coisa e tal e estava sendo oferecida por algo como R$ 35.000. Era preço um tanto elevado, mas a moto estava absurdamente original, sem restauração alguma. Eu "passei a vez", mas continuei acompanhando o anúncio e vi que em poucos dias ela havia sumido.  Depois de algum tempo, ela apareceu no site de uma grande loja especializada em veículos de coleção (loja que usualmente tem veículos de excelente qualidade por sinal), mas por uma exorbitância - R$ 50.000!!! Aí veio a surpresa: ela encontrou um comprador!

A RD 350 R restaurada...


RD350R
Essa semana, vi outro caso, também uma Yamaha RD 350 R (mas modelo mais novo, carenagem integral e em cor muito pouco favorável), com a pedida de R$ 50.000,00 e, um detalhe:  totalmente restaurada!

Se a restauração foi bem feita ou não, é outra conversa! Que restauração custa caro, todos nos sabemos, muitas vezes é a realização de um sonho e não se consegue reaver o investimento jamais! 

Mas também sabemos que, por um bom garimpo, é possível encontrar uma motocicleta em ótimas condições por valores que oscilam entre R$ 15.000 e (exagerados) R$ 25.000.  Talvez essas lojas sejam capazes de vender para outro público, mal informado e que quer realizar um sonho de infância, mas não leva a sério o colecionismo, pois jamais vai reaver esse valor! 

O Garimpo compensa!

Se for isso, ótimo!  Essas lojas conseguiram descobrir um novo mercado e o estão explorando de forma exemplar.  Pena pra nós que corremos às margens disso, procurando motos a preços razoáveis pra compor nossa coleção. Resta saber que, garimpando bem, elas aparecem também!

E você?

Já viu algum anuncio exorbitante?  deixa seu comentário abaixo...


Comentários

  1. Minha nossa, anúncio exorbitante é o que mais tem. Mas, como quem tem $$$ não está nem aí pra chuvas e trovoadas, beleza. Se não me engano, em 2010, só para ilustrar, um Impala conversível ano 1963, foi vendido em Águas de Lindóia, por R$ 150 mil. Detalhe: tinha tudo pra fazer, de Cabo a rabo. Tem RD 350LC no mercado livre por 20 mil ou mais, como também à partir de 8 mil. É só uma questão de saldo bancário. Como sou meio tarado pelas duas rodas, se tivesse bala na agulha, aparecesse uma Guzzi Le Mans 3, de 850cc, exorbitantes $$$, compraria. Tá a fim de vender a DR 800?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa semana me mandaram proposta na CBR450SR, na RD350LC e agora você querendo a DR800? mas se eu vender as motos como fica o Motos Clássicas 80? kkkkkkkkk

      Excluir
    2. Kkkk, já pensou? Esvaziar a garagem MC80? Falta só $$$ pra comprar a DR, kkkk.

      Excluir

Postar um comentário