Quando a clássica “fumou”

Compartilhe este conteúdo

Dia ou outro a moto vai dar uma fumadinha, isso acontece. Apesar de ser mais provável nas motos com altas quilometragens, mas saiba que, mesmo com pouco uso, basta uma regulagem inadequada e sua moto também pode começar a fumar.

Mas não se desespere

A fumaça pode indicar uma serie de problemas, depende de como ela é e quando acontece.

Com a ajuda do mecânico Alexandre Tamassia (@alexandrecentralmotos), relacionamos os tipos de fumaça e as causas mais comuns.

Não é sonho…

Mas olha, como de costume, aqui não queremos aqui ditar regras. Não vamos fazer uma lista como se fosse interpretação de sonhos:

  • sonhou com cobra – felicidade
  • com macaco – problema no trabalho
  • foi com dinheiro – cautela!

Nada disso, deixa isso pros fóruns da internet que tem diversos palpiteiros de plantão querendo “ajudar”.

… nem fórum

Por falar em palpiteiro de fórum, vi num fórum gringo do Jeep Grand Cherokee outro dia uma resposta muito divertida pra uma pergunta idiota:

“Minha Cherokee vibra quando estou a 80 milhas por hora, antes e depois disso fica normal” indagou o proprietário – e o outro respondeu na lata: –“isso é fácil de resolver: vá a 79 ou 81 milhas por hora”

Não vamos ser inocentes e achar que em um fórum, à distancia e sem absolutamente nenhuma análise, alguém vai responder com razoável qualidade.

Com a palavra: o Mecânico

Por essa razão, nós do Motos Clássicas 80, chamamos o mecânico de nossa confiança para explicar os tipos e as causas mais prováveis, mas de forma alguma indicamos que você tome qualquer providencia sem antes levá-la no mecânico de sua confiança para análise e diagnostico correto. Bem, vamos a elas:

Fumaça Preta

Segundo Alexandre, a fumaça preta está ligada a mistura ar combustível. A mistura que deveria ser de 14:1 (14 partes de ar para 1 parte de gasolina) está rica, ou seja, mandando mais gasolina do que ar. Isso pode acontecer por exemplo, se o filtro de ar estiver sujo (ou incorreto) – quando ele fica entupido, vai menos ar e consequentemente mais gasolina proporcionalmente.

Ou também, outra possibilidade, carburação está desregulada.

Fumaça Branca

Tamassia afirma que a fumaça branca está indicando que há óleo lubrificante sendo queimado, mas ela pode acontecer em diferentes situações.

A Fumaça Branca na partida

blank
Atenção a cor da fumaça e o momento em que ela aparece. Isso vai facilitar o diagnostico.

Se logo cedo, na primeira partida do dia, ao ligar a sua moto, ela soltar uma fumaceira branca danada, e depois de alguns segundos ela parar, possivelmente essa fumaça está indicando que os retentores de válvula estão ruins.

Quando eles não vedam adequadamente, o óleo que ficou no cabeçote com as horas paradas durante a noite, vai escorrer pela válvula pra dentro do cilindro e na primeira partida lá vem aquela fumaceira.

Nas demais partidas do dia isso não deve acontecer, pois o óleo demora um pouco pra encontrar o caminho e escorrer, como são partidas mais frequentes, não há tempo para essa “decantação”. O ressecamento e mal funcionamento deste retentor pode acontecer em motos que ficaram paradas muito tempo, e o conserto é simples.

A Fumaça Branca em algumas poucas partidas

Se o cenário acima está desenhado, mas, não ocorre em todas as partidas frias, apenas a cada tantas. Uma solta fumaça branca, e depois volta a ficar tempos sem acontecer, aí há a possibilidade de estarmos falando de um caso de anéis alinhados. Quando os anéis do pistão se alinham, deixam passar um pouco do óleo pra cima, e ele será queimado com o combustível (fumaça branca). Em motos com maior quilometragem, os anéis giram em torno do pistão com maior facilidade e ocasionalmente ficam alinhados ao desligar a moto. Neste caso, na próxima partida, um fumacê danado. Logo os anéis voltam a girar e, se desalinhando, cessam essa situação.

A Fumaça branca durante o funcionamento do motor

Esse é o típico caso de problema: se durante o funcionamento do motor houver fumaça branca saindo pelo escapamento, mais parecendo que você pilota uma churrasqueira do que uma motocicleta, aí realmente o motor está queimando óleo indiscriminadamente.

Folgas nos anéis, motor com alta quilometragem, é um cenário que, após a analise de seu mecânico, pode exigir que o motor seja retificado.

Confie no mecânico

Em qualquer um dos casos acima, desculpe insistir, mas leve sua moto a um mecânico. Você pode ter pego alguma ideia, do que pode ser, lendo esse artigo, mas quem vai saber avaliar, corrigir e deixar sua moto em ordem novamente é ele.

As motos dois tempos

Se você chegou até essa parte do texto e está tentando entender o que acontece com sua moto “dois tempos” que anda soltando fumaça, recomendo que ignore tudo que foi lido acima e se dedique a ler mais a seção de técnica deste site, pois o problema está em você e não nela.


Compartilhe este conteúdo

3 thoughts on “Quando a clássica “fumou”

  • blank

    Parabéns pela matéria !!
    Único problema é que cada vez tem menos mecânicos e mais simples trocadores de peças !!!

    Resposta
  • blank

    Ufa, desse problema ainda estou livre. Minha CB 450 TR de 87, ainda não fuma, com mais de 160.000 km rodados. Tratando bem.

    Resposta
  • blank

    A da moto DOIS TEMPOS foi de lascar…..kkkkkkk

    Socorrooooooo……

    Abs.: … meu e da Mosntrossssaura

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *